Nublado

Max: 32ºC

Min: 22ºC



Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Loading

Carregando

Notícias


Meio Ambiente | 17/07/2017

Compartilhe:

Lagoa Maior ganha 120 mudas de Orquídeas

A espécie Brassavola Perrini foi retirada de uma área de licenciamento ambiental com supressão vegetal

Plantio de Orquidia Lagoa M-14-07-2017 (3)
Plantio de Orquidia Lagoa M-14-07-2017 (3)
Plantio de Orquidia Lagoa M-14-07-2017 (4)Plantio de Orquidia Lagoa M-14-07-2017 (2)Plantio de Orquidia Lagoa M-14-07-2017 (1)

Orquídeas são uma das espécies de flores que mais chamam a atenção. E é com elas que a Lagoa Maior, principal cartão postal de Três Lagoas, passará a atrair ainda mais o olhar de quem visita o local. É que a Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA), amarrou cerca de 120 mudas da planta nas árvores do bosque, ao lado do parquinho infantil.

As mudas foram retiradas de uma área de licenciamento ambiental com supressão de vegetação que dará lugar a uma ponte de propriedade de uma industrial de grande porte na cidade. “Os técnicos foram até o local para fazer o licenciamento ambiental e se depararam com essas flores que são da espécie Brassavola Perrini, nativa da região”, explica o secretário da pasta, Celso Yamaguti.

Conforme o técnico ambiental, Rodolfo Colino, com autorização da empresa proprietária da área, a SEMEA retirou todas as mudas. “Inserir essas mudas em outro local foi uma forma de salvar esses exemplares, pois seria uma perda muito grande deixar que fossem destruídos, pois o licenciamento da obra prevê supressão vegetal, ou seja, retirada da vegetação para passar o traçado da estrada”, reforça.

No total foram 40 placas de xaxim com três mudas em cada, sendo que todo o material utilizado no plantio foi de compensação ambiental. “O xaxim é para manter a umidade até que a espécie se adapte ao local. Elas não têm flores ainda, mas em breve seremos agraciados com a sua beleza”, diz Rodolfo.

As árvores que receberam as flores foram identificadas para que se avalie, futuramente, se as plantas irão sobreviver e, até mesmo, para ajudar na fiscalização caso haja furto. “Importante solicitar que as pessoas respeitem e não retirem as plantas das árvores, pois lá poderão ser admiradas por todos que visitarem nosso principal ponto turístico”, salienta Flávio Fardin, fiscal ambiental da SEMEA.

PORQUE FORAM PLANTADAS NA LAGOA MAIOR?

De acordo com Fardin, a Lagoa Maior faz parte da Zona de Amortecimento da Unidade de Conservação Monumento Natural das Lagoas e possui grandes árvores onde podem ser colocadas as plantas, como por exemplo, o Ipê Roxo. “Algumas espécies de árvores possuem em seus troncos substâncias tóxicas para as raízes das orquídeas, uma classe de substâncias chamadas taninos, que causam um efeito parecido com o de uma queimadura, um exemplo, são os Angicos”, explica.

QUALQUER PESSOA PODE COLETAR PLANTAS NA NATUREZA?

A coleta de plantas na natureza só é permitida para fins de pesquisa científica e aproveitamento no caso de supressão vegetal e outros fins previstos em lei. A coleta das plantas que foram colocadas nas árvores da Lagoa Maior foi realizada como aproveitamento de material de interesse biológico, devidamente previsto na autorização ambiental de supressão da vegetação nativa para a construção da ponte.


Fonte: Diretoria de Comunicação




PORTAL E SIC

Acesso Rápido


Matrícula Digital 2018
Bandera

Administração Municipal de Três Lagoas / MS
Desenvolvimento para Todos
Todos os direitos reservados